Você acha que vai bombar?

25 03 2012

Aqueles amigos que falam que eu trabalho na vida boa (você vai entender melhor neste post) acham que o mundo vive só de Facebook, Twitter, Foursquare, e agora Pinterest.

Enganam-se quem pensa igual eles! Quem tem o perfil no Me Adiciona, sabe do que eu tô falando!

Essa semana mesmo fiquei sabendo de mais nove. A onda do foursquare e a mania de pins no Pinterest se espalhou:

1) Path – https://path.com/
Um aplicativo que serve como diário de percurso por meio do qual você pode compartilhar fotos, músicas, viagens e se comunicar com amigos e familhares. O seu “path” (caminho em inglês) pode ser compartilhado diretamente no Facebook, Twitter e Tumblr.
2) Highlight – http://highlig.ht/
Um serviço que alerta quando um outro usuário do Highlight está por perto. O aplicativo possui um GPS integrado que fica ligado o dia todo, garantindo uma conexão contínua.
3) Sonar – http://www.sonar.me/
O aplicativo é similar com o Highlight, no entanto ele “fuça” outras redes sociais como Facebook e Foursquare em busca de pessoas da mesma região e com interesses similares aos seus.É ideal para quem está a procura de um novo relacionamento.
4) Banjo – http://ban.jo/
É um aplicativo que avisa quando seus amigos do Facebook, Twitter, Foursquare ou Instagram estão por perto. Também avisa o que está rolando de bom na área, como festas, eventos, restaurantes.
5) Glancee – http://www.glancee.com/
É um aplicativo que avisa quando um amigo seu está por perto, mesmo conceito que o Banjo, só que serve também de diário de encontros, no qual você pode fazer anotações sobre os últimos eventos dos quais você participou.
6) Localmind – http://www.localmind.com/
Um aplicativo que recolhe informações locais sobre eventos, restaurantes, festas..etc. No entanto, tem um diferencial, ele recolhe dados dos seus últimos check-ins no Foursquare e Facebook, e partir destas informações, cria um perfil personalizado de eventos que ele julga do seu interesse, tipo um Tivo só que para curtição. Ele também oferece pontinhos de “karma” se você da dicas para os seus amigos.
O Fancy é um Pinterest mais evoluído, porque não somente ele permite que você “fancy” (curtir) imagens e produtos, mas você também pode clicar no link e comprar o produto diretamente do site.
8) Forecast – http://foreca.st/
Forecast não pergunta o que você gosta ou o que você fez, ele quer saber o que você planeja fazer. Se for pensar, ele meio que funciona como uma agenda, mas neste caso você pode convidar os seus amigos, que podem confirma a participação. Tipo um Foursquare do dia seguinte.
9) Gogobot – http://www.gogobot.com/
O Gogobot é um tipo de Pinterest de viagens, através do qual você pode escolher destinos, planejar viagens, pedir dicas para seus amigos e compartilhar suas aventuras.
Fonte: Mashable




PromoClub

24 03 2012

O PromoClub é uma rede social brasileira voltada principalmente para quem gosta de promoções na internet. Através do site você pode compartilhar e opinar sobre os produtos disponíveis no site.

A grande vantagem é que através do PromoClub podemos encontrar várias promoções, e o melhor, ter acesso a comentários de outros usuários sobre determinada oferta. Desta maneira economizamos tempo pesquisando a opinião de outros consumidores sobre determinados produtos.

Rede Social Promoções

Para se cadastrar basta usar sua conta do Google, Facebook, Twitter e outros serviços sociais. Depois disso é possível compartilhar ofertas e promoções, avaliar e comentar opiniões enviadas por outros usuários, ter acesso a cupons de descontos e promoções nas principais lojas virtuais do Brasil e até em lojas estrangeiras.

Segundo Fernando José Santa Rosa, fundador do PromoClub, a principal ideia para criar a rede social de promoções era poder reunir em um único lugar, de forma organizada, as melhores promoções e ao mesmo tempo ter acesso a opiniões de outros usuários.

Através do site você não perde nenhuma promoção, economiza tempo e dinheiro, e ainda tem oportunidade de fazer novas amizades.





Pinterest = quadro de cortiça virtual

23 03 2012

Lembra quando separávamos fotos, bilhetes e papel de bala e colocávamos em um mural de cortiça? Ou até nas empresas, em que as notícias, novidades e recados ficaram naqueles quadros com imã mais conhecidos como “Jornal Mural”?

Então, foi essa a ideia que fez surgir o Pinterest, que trato com carinho como um quadro de cortiça virtual. Nele, a gente consegue organizar e compartilhar nossos interesses. Tudo isso é feito pelos Pins! P…o que?

Calma, vou explicar: claro que o Pinterest não chegou com o intuito de ser uma mural online. Criado em 2010, nos EUA, veio para

revolucionar o e-commerce. No final de 2011, já estava claro o redirecionamendo de usuários para lojas de roupas on-line. Cresce

a cada dia e, neste começo de 2012, já ultrapassou Linkedin, Google+ e Tumblr em números de acesso.

Há 5 utilidades: adicionar um PIN (o que você quer compartilhar), criar um BOARD (divisões dos quadros conforme seu

interesse), dar um LIKE em um pin de um amigo, dar um REPIN em algum pin do seus seguidos e COMENTAR os pins que desejar.

Os assuntos que mais bombam na rede são decoração, comida e inspirações para casamento.

Se você é mulher e ainda nem ouviu falar sobre isso: correeeeee! 80% da base de usuários da rede social são mulheres, é claro, bem coisa de menininha separar aquelas fotos de revistas jovens no álbum secreto, né? Mas cuidado: nesse aqui nada é secreto! Se você é homem, não se acanhe e chegue mais 🙂 Afinal, os números são mais importantes que tudo (coloco logo abaixo) e vocês podem ver muita coisa interessante por lá também, não só para os hobbies, mas para a vida profissional.

Por que você deve prestar atenção no Pinterest?

 

 

 

 

 

Fecho com pontos bem legais que Semil Shah, consultor do Vale do Silício, elenca como fatores para o sucesso do site: ênfase da imagem sobre o texto, visual clean e retrô, fácil usabilidade e, principalmente, o fato do Pinterest ter “aproveitado uma potencial mudança do comportamento de consumidor para um comportamento de compra”. (Fonte: Link Estadão)

Eu estou lá e meus boards são divididos em: Social Media, Vintage, Designers, Food, Infographic, Entertainment, Places, For the Home, Geek, Fashion/Beauty e Wedding. Fiquem a vontade para REPINAR: http://pinterest.com/cdscavone/!!!

 





Navegando e aprendendo

22 03 2012

Desde que me formei, quem vê pensa que foi há decadas, há 2 anos (rsrsrsrs) e um pouco antes também quando ainda cursava Comunicação Social com hab. em Jornalismo, procurava me aperfeiçoar no ramo da social media.

Mas que medo, né? Ninguém conseguia me garantir que essa onda ia durar por séculos e não ia ser apenas uma marolinha de anos. Mesmo assim resolvi encarar, com unhas e garras, esse mundo estranho na web da diversão (é assim que meus amigos me chamam. Eles acreditam que trabalhar o dia todo no Facebook e Twitter super divertido, mal sabem eles que é mesmo :)) e aqui estou…

Como vocês repararam, fiquei meses distante desse blog… apenas de navegar todos os dias por blogs, facebooks, twitters, thumblrs e afins, acabei deixando o meu mundo digital de lado. Acontece…

Antes tarde do que nunca, venho contar para vocês o que aconteceu nesse meio tempo: Mudei de emprego e isso foi o máximo!!! Estou super feliz, em uma agência sucesso com clientes mais sucesso ainda.

Comecei uma pós! Ufa! Estou cursando o Master em Marketing e Gestão Comercial na BSP – Anhembi Morumbi. Recomendo 😉

E fiz alguns cursos nesse meio tempo, participei de palestras e… cheguei à uma conclusão. A parte acadêmica é importante? Super, mas não pra social media.

Claro que agrega… mas a gente conhece, aprende e fica sabendo de tudo é navegando mesmo. Fazendo aquele networking digital com seus fãs (ou ídolos) no Facebook, seguindo os betas no Twitter, fazendo parte dos círculos da alta social media (sim, isso existe!) e trocando experiência nos fóruns do LinkedIn. O melhor? Tudo isso é gratuíto!!!

Separei alguns perfis que tirei em uma das listas da Super Interessante, vejam:

@chr1sa (Chris Anderson)

@acarvin (Andy Carvin, o caçador de boatos do twitter)

@na_kombi

@biagranja

@cmerigo

@comunicadores

@marcogomes

@gustavojreige

@bethsaad

@andredeak

@madu

@crisdias

@tdoria

@rosana

@brianstelter (cobre mídia digital para o NYTimes)

@inagaki

@interney

Enquanto não encontro o curso ideal…vou navegando e aprendendo.

Conto com as dicas de todos vocês 🙂





#twitter6anos

21 03 2012

Quem está online hoje viu que essa hashtag permanece no top dos Trending Topics brasileiros!

Isso porque o Twitter está fazendo aniversário: há 6 anos , Jack Dorsey, um dos fundadores da rede, publicou a primeira mensagem no serviço: “just setting up my twttr”, algo como “apenas testando meu twttr”. (no lançamento o nome não tinha nem as letras “i” nem “e”)

A Bia Granja, curadora do YOUpix e muitos outros eventos socialmediáticosfez um infográfico sobre o aniversário do Twitter, ela achou que ficou bonito e “tá compartilhando” por aí!

Nós também achamos…





Árvore Genealógica da Apple

21 03 2012

Uma forma diferente de mostrar a evolução dos produtos da Apple, em infográfico.

Preciso falar mais alguma coisa?

Fonte: Mashable

 

Para entender melhor, indico a leitura da história da Apple. Ela pode ser encontrada super completa no Blog Mundo das Marcas (aliás, quem nunca ouviu falar nesse blog pode parar tudo que está fazendo e ir lá agora! São horas que você passa navegando e, além de ser gostoso, aprende muito sobre uma marca, posicionamento e insights que deixam na nossa mente), mas passeando pelo Webinsider encontrei uma síntese bacana:

Apple – Estados Unidos. Microcomputadores. 1976.

A história da Apple começa com dois amigos com o mesmo nome. O primeiro, Steve Wozniak, um gênio da eletrônica. O segundo, Steve Jobs, um gênio do marketing.

Wozniak sempre gostou de matemática, a ponto de ser considerado meio doido quando era estudante no ensino básico. A mãe dele ficou com pena e resolveu colocar o garoto para estudar eletrônica, uma forma de canalizar suas energias.

A ideia deu certo, pois mais tarde ele foi trabalhar na Hewlett-Packard ganhando uns trocados. Certo dia, ao ler uma revista sobre eletrônica, Wozniak aprendeu a construir um microcomputador. Entrou então em contato com um amigo que possuía uma loja de informática e conseguiu vender algumas máquinas.

Até então isso era apenas um hobby para Wozniak, assim como também para muitas pessoas, em meados da década de setenta. Em um encontro de entusiastas, ao levar um de seus micros, ele bateu com um velho conhecido chamado Steve Jobs.

Os dois tinham sido apresentados por um amigo em comum, mais ou menos cinco anos antes. Jobs era mais novo e tinha uma noção de comércio excepcional.

marcas_apple_founders.jpgAo ver a máquina montada por Wozniak, logo notou que ela tinha potencial de venda, uma vez que todos seus componentes vinham montados numa placa só, inovação à época.

Dono de um perspicaz espírito empreendedor, Jobs rapidamente conseguiu convencer uma loja a comprar 50 máquinas do modelo criado por Wozniak, batizadas de Apple I.

A origem do nome, que significa maçã em inglês, tem várias versões, nenhuma delas muito coerente, na minha humilde opinião. Uns dizem que Jobs gostava muito de música, sendo fã dos Beatles. A gravadora dos quatro de Liverpool, como todos sabem, se chamava Apple Records. Daí teria surgido a denominação Apple Computers.

marcas_apple_first_logo.jpgOutra história, contada por Wozniak, diz que antes da fundação da empresa, Jobs passou um longo período em uma comunidade hippie. Lá, vivendo no meio rural, colhia maçãs.

Há outra versão mais profunda, a qual parece ser mais verdadeira se levarmos em consideração o desenho do primeiro logotipo da empresa. Segundo ela, Jobs teria escolhido a maçã por estar associada às grandes descobertas físicas feitas por Sir Isaac Newton.

No entanto, o logotipo mais moderno nos traz outra teoria. Essa tem fundamento no texto bíblico, que associa a maçã ao conhecimento. Desse modo, ao mordê-la ainda no Éden, trocamos o paraíso pela oportunidade de fazer ciência e, conseqüentemente, computadores. Por esse motivo o segundo logo da empresa seria uma maçã mordida.

marcas_apple_computer.jpgHistorinhas à parte, a verdade é que a Apple cresceu e foi crucial na popularização da informática. Isso aconteceu principalmente por causa do Macintosh, um enorme sucesso de vendas, responsável por mudar a percepção que as pessoas tinham dos computadores.

Porém, a realização do Macintosh só foi possível por causa de outra empresa.

Em 1979 chegou aos ouvidos de Jobs que a Xerox havia desenvolvido uma máquina absurdamente inovadora. Steve fez algumas ligações e marcou de passar lá e dar uma olhada. É claro, os pesquisadores da Xerox não queriam isso, mas a antiquada diretoria da empresa não viu problema. Afinal, Jobs disse a eles que daria algumas ações da Apple em troca.

Foi assim que a maçã copiou toda a idéia do Alto, para mais tarde lançar o revolucionário Macintosh e seu software com interface gráfica chamado Mac OS.

Mas até chegar no lançamento do Macintosh a Apple precisou desenvolver muito a idéia emprestada da Xerox. Para isso contratou um promissor engenheiro de software chamado William Gates para compor a equipe de pesquisa.

Jobs se arrependeria amargamente dessa contratação?





Brasil x Facebook x EUA

20 03 2012

Essa briga não termina!

Quem disse que os brazucas passariam despercebidos nessa desputa?

Hoje, a consultoria Socialbakers divulgou que o Brasil deve ultrapassar a Índia e a Indonésia e ficar atrás apenas dos EUA no ranking dos países em número de usuários do Facebook.

Para isso acontecer, precisamos manter o ritmo acelerado que já temos na rede, afinal o Facebook é hoje a rede maior do País, tendo ultrapassado o Orkut nos últimos anos.

De acordo com a Proxxima, os EUA tem hoje 156 milhões de usuários do Facebook. A Índia tem 45 milhões, a Indonésia 43,5 milhões e o Brasil 42 milhões.

Olha só os últimos dados da rede no Brasil, em Dezembro/2011: